Fluxo de Caixa – Porque é tão importante para minha empresa?

26-abr-2019

Uma atividade simples e ao mesmo tempo complexa. O fluxo de caixa é uma ferramenta básica de monitoramento do dinheiro que entra e sai de uma empresa. Se bem explorada, é uma atividade que gera “atalhos” fundamentais para o crescimento de um negócio. Caso contrário, a incidência de erros nesta atividade pode ser igualmente transformadora para pior.

A atividade não é difícil de ser compreendida, mas você sabe qual é a importância real do fluxo de caixa para o crescimento da sua empresa? É o que vamos te mostrar agora.

Gestão financeira e fluxo de caixa

A gestão financeira é uma das funções administrativas mais importantes de uma empresa. É a partir dela que se pode gerir o uso dos recursos de forma mais racional e, assim, melhorar os resultados de um negócio, gerando mais lucratividade.

Entre as atividades mais importantes neste segmento está o fluxo de caixa. Isto nada mais é do que uma ferramenta que controla detalhadamente as entradas e saídas de dinheiro em um determinado período. Este controle normalmente é diário, popularizando a expressão “fechar o caixa”, especialmente nas pequenas empresas.

O fluxo de caixa pode ser gerido através de um trabalho manual, em planilhas, ou a partir de um software de gestão. A segunda opção já caiu nas graças da maioria das empresas, especialmente pelo fato de reduzir:

  • falhas humanas;
  • otimizar atividades do dia a dia;
  • fornecer dados mais assertivos inclusive a partir de relatórios de gestão.

Importância do fluxo de caixa

Na prática, é hora de conhecer os fatores que fazem do fluxo de caixa uma ferramenta imprescindível para as empresas.

  • Garante controle financeiro

A partir do fluxo de caixa, é possível saber para onde o dinheiro da empresa está saindo e como ele está entrando. É um processo que exige disciplina, especialmente com relação ao registro dos dados: as receitas e despesas devem ser organizadas de acordo com a data e o próprio motivo da movimentação.

  • Auxilia a tomada de decisão

A partir do momento que possui o controle das contas da empresa, o gestor tem mais condições de tomar decisões mais assertivas. Assim, por exemplo, é possível identificar “gargalos” financeiros e eliminar gastos desnecessários.

  • Melhora o planejamento financeiro

Com base no histórico de entradas e saídas, também é possível planejar-se da melhor maneira para períodos específicos de menor entrada de recursos, por exemplo. Isto está diretamente ligado ao conceito de sazonalidade de mercado, onde se avalia cenários e periodicidades típicos de seu negócio.

Como melhorar o meu fluxo de caixa?

Para que você obtenha sucesso a partir do fluxo de caixa, é preciso atentar-se a algumas questões. Uma delas é não apenas manter os dados atualizados, mas saber interpretá-los. Ou seja, analisar relatórios em uma periodicidade pré-definida. Assim, o gestor pode identificar melhores oportunidades de aquisições, investimentos e estratégias de venda, por exemplo.

Obviamente, é importante que o gestor jamais misture despesas pessoais com as despesas da empresa. A propósito, o fluxo de caixa também possibilita a identificação de desvios na utilização do caixa.

E aí, gostou das dicas? Deseja receber mais conteúdos sobre gestão financeira?